O que fazer quando seu cão tem convulsões noturnas?

O que fazer quando seu cão tem convulsões noturnas?

As convulsões em cães podem ser assustadoras e frustrantes para os tutores. É importante ter em mente que, se o seu cão está tendo convulsões noturnas, ele precisa de cuidados veterinários imediatos. Neste artigo, vamos discutir o que fazer quando o seu cão tem convulsões noturnas e como ajudá-lo durante esses episódios.

O que são convulsões noturnas em cães?

As convulsões noturnas em cães são crises epilépticas que ocorrem durante a noite. Durante uma convulsão, o cérebro do cão sofre uma atividade elétrica anormal, o que pode levar a comportamentos estranhos, tremores, rigidez muscular e até perda de consciência.

Causas das convulsões noturnas em cães

Existem várias causas possíveis para as convulsões noturnas em cães, incluindo:

  • Epilepsia
  • Traumas na cabeça
  • Intoxicação
  • Tumores cerebrais
  • Infecções

Sinais e sintomas de convulsões noturnas em cães

Identificar os sinais e sintomas de convulsões noturnas em cães pode ajudar a fornecer os cuidados adequados. Alguns dos sintomas mais comuns incluem:

  • Tremores musculares
  • Perda de consciência
  • Babar excessivo
  • Rigidez muscular
  • Salivação intensa

O que fazer durante uma convulsão noturna em cães

Quando o seu cão está tendo uma convulsão noturna, é importante manter a calma e tomar as seguintes medidas:

  • Mantenha o ambiente seguro: afaste qualquer objeto que possa ferir o cão durante a convulsão.
  • Não restrinja o cão: evite segurar ou restringir o cão durante a convulsão, pois isso pode causar lesões.
  • Diminua a luz: se possível, reduza a intensidade da luz para evitar estimulação excessiva.
  • Registre a duração da convulsão: faça anotações sobre quanto tempo a convulsão durou, pois isso será útil para o diagnóstico veterinário.

Quando procurar cuidados veterinários

Nem todas as convulsões em cães são graves, mas é importante buscar cuidados veterinários se:

  • O cão nunca teve uma convulsão antes
  • As convulsões duram mais de cinco minutos
  • O cão tem múltiplas convulsões em um curto período de tempo
  • O cão está tendo dificuldade para respirar após uma convulsão

Em conclusão, as convulsões noturnas em cães podem ser um sinal de doença subjacente e requerem cuidados veterinários imediatos. Ao identificar os sinais e sintomas das convulsões, você pode agir de forma adequada durante os episódios para garantir o bem-estar do seu cão. Lembre-se de sempre procurar a orientação de um veterinário para obter um diagnóstico e tratamento adequados.

Deixe um comentário