O que fazer quando seu animal de estimação está com problemas de dermatite de lambedura?

O que fazer quando seu animal de estimação está com problemas de dermatite de lambedura?

A dermatite de lambedura em animais de estimação pode ser um problema comum e frustrante para os tutores. É uma condição em que o animal lambe excessivamente uma determinada área do corpo, levando a lesões na pele. Neste artigo, vamos discutir as causas da dermatite de lambedura, sinais e sintomas a serem observados e as medidas que você pode tomar para ajudar seu animal de estimação a lidar com esse problema.

Causas da dermatite de lambedura

A dermatite de lambedura pode ser causada por uma variedade de fatores, incluindo:

  • Alergias: Os animais de estimação podem desenvolver alergias a alimentos, produtos químicos domésticos, pólen, picadas de pulga, entre outros. A coceira e o desconforto resultantes podem levar ao comportamento de lambedura excessiva.
  • Estresse ou ansiedade: Assim como os humanos, os animais de estimação podem manifestar estresse e ansiedade de várias formas, incluindo a lambedura compulsiva. Situações como mudanças na rotina, separação do tutor ou a presença de novos animais de estimação podem desencadear a dermatite de lambedura.
  • Doenças de pele: Infecções fúngicas, parasitas (como sarna ou ácaros) e outras doenças de pele podem causar coceira intensa que leva à lambedura excessiva.

Sinais e sintomas da dermatite de lambedura

Os sinais de dermatite de lambedura podem variar dependendo da causa subjacente e da gravidade da condição. No entanto, os sintomas típicos incluem:

  • Presença de lesões na pele, como vermelhidão, irritação e feridas
  • Áreas calvas ou com pelo ralo devido à lambedura excessiva
  • Pele grossa ou descolorida nas áreas afetadas
  • Coceira constante e incômodo

O que fazer para ajudar seu animal de estimação

Se você notar que seu animal de estimação está apresentando sinais de dermatite de lambedura, é importante agir prontamente para aliviar o desconforto e melhorar a condição de pele. Aqui estão algumas medidas que você pode tomar:

  1. Leve seu animal de estimação ao veterinário: É fundamental encontrar a causa subjacente da dermatite de lambedura. O veterinário fará um exame minucioso e poderá solicitar exames adicionais para determinar a causa exata do problema.
  2. Trate as causas subjacentes: Se for identificado um alérgeno específico, como um alimento ou uma substância, o veterinário pode recomendar a remoção desse item da dieta ou do ambiente do animal. Em casos de estresse ou ansiedade, o veterinário pode sugerir técnicas de modificação de comportamento e, se necessário, medicação.
  3. Cuidados com a pele: Mantenha a pele afetada limpa e seca. Evite o uso de produtos químicos agressivos e opte por produtos de higiene específicos para animais de estimação recomendados pelo veterinário.
  4. Colares protetores: Em casos graves em que o animal continua a lamber as áreas afetadas, pode ser necessário utilizar colares protetores para evitar o acesso direto à pele.
  5. Evite lambidas excessivas: Se o seu animal de estimação tornar-se obcecado pela lambedura, incentive-o a redirecionar o comportamento para brinquedos, atividades de enriquecimento ou interações sociais.

Lembre-se de seguir sempre as orientações do veterinário e fornecer o suporte necessário ao seu animal de estimação. Com tratamento adequado e os cuidados adequados, a dermatite de lambedura pode ser gerenciada e a pele do seu pet pode se recuperar.

Esperamos que este artigo tenha ajudado a esclarecer sua dúvida sobre o que fazer quando seu animal de estimação está com problemas de dermatite de lambedura. Para mais informações e cuidados veterinários específicos para o seu pet, não deixe de consultar um veterinário especializado.

Deixe um comentário