E-mail Senha
Esqueci minha senha
12/05/2010

Excesso de peso

Cães e gatos acima do peso correm mais riscos de ficarem doentes

O desequilíbrio entre o consumo de calorias e o gasto energético pesa na balança. Somados, o aumento do acúmulo de gordura corporal de cada pet já afeta uma população de 25% de todos os cães e gatos ocidentais. Esses são os dados do relatório do Conselho Nacional de Pesquisa dos Estados Unidos, que estima que 1 em cada 4 cães e 1 em cada 4 gatos são obesos.


cão gordo

A alteração metabólica nutricional crescente tem preocupado os especialistas e revela que donos de animais de estimação super alimentam seus pets, acreditando no mito de que animais gordos são saudáveis.

Há, porém, que se fazer justiça e elencar outras causas que propiciam o ganho de peso dos pets. Entre as causas principais, também estão fatores relacionados à castração, à idade, à raça, ao nível de atividade física, ao sexo e à própria individualidade do animal.

O excesso de peso é, em grande parte, decorrente do estilo de vida moderno da população pet, que despende pouca energia por meio de atividade física e ingere muito em termos de calorias, muitas vezes ofertada pelo dono como uma compensação pela falta de tempo para brincadeiras e atenção aos pequenos.

Para a veterinária Isabella Vincoletto, da Vetnil, são muitas as conseqüências negativas do excesso de peso sobre a saúde dos pets. A sobrecarga nas estruturas articulares e a dificuldade respiratória são duas das mais evidentes, causando ainda mais sobrepeso por dificultarem a locomoção e o exercício. "Alterações metabólicas afetam o sistema circulatório, fígado e até mesmo células imunes. A integridade e a qualidade da pele e da pelagem também ficam bastante comprometidas. Em termos comportamentais, cães e gatos com excesso de peso tendem a ser mais ansiosos e impacientes. Com o tempo, esses animais passam a viver um grande ciclo vicioso, que distancia cada vez mais o consumo do gasto calórico, agravando a obesidade e diminuindo a qualidade de vida", alerta.


Por isso, siga as instruções do veterinário para a alimentação do seu pet e leve seu bichinho para se exercitar. Qualquer alteração de comportamento, procure um médico especialista!


Origem da notícia: http://anamariabraga.globo.com/home/canais/canais-maispet.php?id_not=3285



Fonte: http://anamariabraga.globo.com

Termos de UsoQuem SomosPolítica de PrivacidadeFale Conosco
   PlugPet - Todos os direitos reservados        Grupo Casa do Filhote