E-mail Senha
Esqueci minha senha
15/06/2009

Husky Siberiano

Huskies puxam trenós e circulam pelas ruas de Ushuaia, cidade argentina

por FELIPE VAN DEURSEN


Filhotes de huskies dormindo
Filhotes de huskies dormem em Ushuaia, na Argentina


O husky siberiano é uma raça conhecida pelo vigor físico para aguentar longas trilhas em temperaturas baixíssimas, além dos compridos pelos claros e os olhos cor de gelo. De origem russa, o cão se adapta bem ao clima do Brasil, mas é bem mais comum em latitudes maiores, como na Terra do Fogo, extremo sul da Argentina.


En Ushuaia (capital da Província da Terra do Fogo) é comum ver huskies em bando ou sozinhos pelas ruas, geralmente com temperamentos dóceis e pacatos. Já na zona rural da cidade, na estância Altos del Valle, centro de treinamento de huskies para corridas de trenó, os cães tem aspectos diferentes e nem sempre se assemelham a um lobinho de pelúcia.


Por serem cachorros de competição (eles participam de corridas de trenó ao redor do mundo), são resultado de diversos cruzamentos, com o intuito de obter melhores resultados nas qualidades requeridas ao puxar o trenó, como torque e velocidade. "Por isso uns são mais magros e rápidos e com pouco pelo, outros têm patas mais fortes e troncudas", explicam os instrutores, que no inverno realizam passeios de trenó em que os próprios turistas podem conduzir os cães.


huskies puxando o trenó
Os trenós são desenvolvidos especialmente para essa prática, e os cães usam cintas transversais que equilibram o peso puxado por todo corpo


São passeios que duram de 15 minutos a quatro horas, chegando a sete quilômetros de percurso. Não é muito para eles, que percorrem quase 30 quilômetros nas provas em Ushuaia. Na Iditarod, Alasca, uma das mais tradicionais corridas de trenó do mundo, os cães percorrem cerca de 1,8 mil quilômetros, divididos em etapas.


Os trenós são desenvolvidos especialmente para essa prática, e os cães usam cintas transversais que equilibram o peso puxado por todo corpo. Uma curiosidade é que normalmente os animais do Altos del Valle não têm as unhas cortadas, para ter mais atrito ao caminhar no gelo. Funcionam como os grampos usados pelo homem para andar nesse tipo de superfície. Aliás, ao brincar com os cães, é muito mais arriscado levar uma unhada sem querer do que uma mordida, o que é raro.


O husky é uma raça que precisa de corridas e espaços amplos, embora nem todos sejam corredores "profissionais". Os atletas fazem parte de um seleto grupo, são animais domesticados e treinados para a função desde pequenos. No Altos del Valle, onde eles comem rações fortificadas com muita proteína e gordura, não há o menor sinal de maus tratos, e todos os cães são carinhosos, além de muito fortes e musculosos - "husky" significa robusto, em inglês. Sob uma temperatura média de 4ºC no inverno e 13ºC no verão (embora os ventos cortantes e constantes levem a sensação térmica lá para baixo), os huskies de Ushuaia estão em casa, e são ótimos anfitriões.


huskie siberiano
Os atletas fazem parte de um seleto grupo, são animais domesticados e treinados para a função desde pequenos


Fauna patagônica


Em Ushuaia, cidade mais austral do mundo (é o município mais próximo da Antártida em todo o planeta, a 1000 quilômetros de distância), podem-se ver algumas das espécies típicas da região da Patagônia, o enorme deserto que cobre todo o sul do país. Além dos cães, a cidade, orgulhosa do título "fim do mundo", abriga ao longo do canal de Beagle, faixa de água que liga o Pacífico ao Atlântico, lobos-marinhos e aves como os pinguins-de-magalhães (os mesmos vistos na costa sul do Brasil) e os cormoranes, além de outras 20 espécies.


pinguins e lobos marinhos na argentina
 Cidade também abriga lobos-marinhos e aves como os pinguins-de-magalhães.


Veja mais fotos dos bichos de Ushuaia, na Argentina.



Fonte: UOL Bichos

Termos de UsoQuem SomosPolítica de PrivacidadeFale Conosco
   PlugPet - Todos os direitos reservados        Grupo Casa do Filhote