E-mail Senha
Esqueci minha senha
21/05/2009

Mudança climática causará mais desastres naturais, diz ONU

Barack Obama quer estimular a economia e proteger o meio ambiente

Um funcionário de alto escalão das Nações Unidas informou que a mudança climática vai gerar mais desastres naturais, e por isso pediu mais cooperação internacional quanto ao assunto. A afirmação foi feita no mês de abril, em Pequim, durante o Dia Mundial da Terra (22/04).

"A mudança climática vai produzir cada vez mais e mais intensos desastres, por isso precisamos trabalhar juntos como um sistema internacional para reduzir o efeito destes desastres antes que eles aconteçam", afirmou John Holmes, subsecretário-geral da ONU para assuntos humanitários e coordenador de ajuda de emergência.

Citado pela agência oficial de notícias chinesa "Xinhua", Holmes afirmou que a China deve se envolver mais em projetos humanitários multilaterais.

Neste sentido, lembrou a "grande resposta da comunidade internacional no terremoto de Sichuan", que está a ponto de completar um ano.

Energia limpa

Durante o Dia Mundial da Terra, o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, promoveu seu plano energético e uma "nova era de prospecção de energias", a fim de estimular a economia e proteger o meio ambiente.

"É hora de assentarmos uma nova base para o crescimento econômico, começando com uma nova era de prospecção energética nos Estados Unidos", disse Obama.

"A nação que liderar o mundo na criação de novas fontes de energia será a nação que liderará a economia global do século 21. Os Estados Unidos podem e devem ser essa nação, mas isto não será fácil", afirmou o presidente norte-americano.

Como em outros discursos, Obama destacou que, embora os Estados Unidos representem menos de 5% da população mundial, são responsáveis por 25% da demanda total de petróleo.

"Este apetite tem um custo tremendo para nossa economia", disse Obama, ao destacar que a compra de petróleo, por exemplo, representa 20% do total das importações.

O presidente americano fez o discurso sobre energia renovável em Trinity Structural Towers, uma usina manufatureira de energia eólica em Newton, cidade ao leste da capital que enfrenta grandes problemas econômicos.

Obama afirmou hoje que esse tipo de energia poderia suprir até 20% da demanda de luz elétrica nos Estados Unidos até 2030 e criaria até 250 mil empregos.

Obama lamentou que os Estados Unidos produzam menos de 3% da eletricidade através de fontes renováveis, abaixo dos 20% fabricados pela Dinamarca em energia eólica, e menos do que produzem Alemanha e Japão em energia solar.

"Não aceito que as coisas tenham que ser assim. No que se refere à energia renovável, não acho que devamos ser seguidores. Acho que é hora de liderarmos", disse Obama.



Fonte: EFE

Termos de UsoQuem SomosPolítica de PrivacidadeFale Conosco
   PlugPet - Todos os direitos reservados        Grupo Casa do Filhote