E-mail Senha
Esqueci minha senha
20/04/2009

Carrapatos

Carrapato vira dor de cabeça para donos de pets que passeiam por SP

Carrapato vira dor de cabeça para donos de pets que passeiam por SP


Quando resolveu tirar uma semana de férias e levar Nik, um golden retriever de oito anos, para gastar energia no parque Ibirapuera, Beth Bacchini, 48, não sabia que aquele simples passeio lhe custaria caro. Voltou para casa com um cão alegre e exausto, mas que trazia, a galope, carrapatos e pulgas.


"Sempre ouvi dizer que o Ibirapuera era infestado, mas achei que era lenda", afirma a arquiteta. "Um parque desse porte não poderia estar descuidado assim."


Cerca de três dias depois do passeio, o animal manifestava os incômodos de carregar tantos parasitas. "Nik estava com uma coceira excessiva", relata ela, que viu a praga se espalhar da pelagem do bicho para as paredes. "Ou seja, meu cachorro e minha casa estavam doentes."


cao carrapatosVeterinária especializada em parasitose, Silvia Monteiro alerta que não é mesmo seguro andar com os pets em vias e praças da cidade. Segundo ela, os espaços públicos, de um modo geral, estão à mercê de pulgas e carrapatos, que ali se reproduzem vertiginosamente. "Em um inocente passeio podemos levar vários desses insetos e ácaros para casa", constata. "Se não tratados precocemente, em questão de dias, residências e animais ficam tomados por eles."


O veterinário-clínico Rodrigo Santos pondera que, detectada a presença de pulgas ou carrapato no animal, não há motivo para desespero. A primeira coisa a fazer é levar o pet a uma clínica para banho com produtos carrapaticidas. Em seguida, ficar atento para doenças que possam aparecer depois da infestação.


Marco Antonio Vigilato, gerente do Centro de Controle de Zoonoses, argumenta que não é apenas em praças que os animais estão propícios a serem infestados. "Pulgas e carrapatos estão por toda parte." Por isso, ele chama a atenção para o papel da posse responsável. "Recolher as fezes dos animais é obrigação de todos", ressalta. "O que previne qualquer tipo de infestação."


Em São Paulo, o parasita mais comum é o carrapato-estrela. Apesar dos riscos, não dá para privar o animal dos passeios diários. Cabe escolher espaços limpos, como praças de bairros tuteladas pelos moradores.


Beth aprendeu a lição, que lhe custou R$ 1.500 entre banhos, remédios e desinfetantes químicos para a casa. "Seleciono os lugares aos quais levo Nik. Existem muitos bons por aí", afirma. "Fui atrás também de alguns repelentes naturais para não expô-lo tanto à química dos remédios contra pulgas e carrapatos. Vem dando certo."


A Secretaria do Verde e Meio Ambiente, responsável por alguns parques da cidade, entre eles o Ibirapuera, alega que "o local passa por limpeza diária, inclusive no espaço reservado aos cães". Além disso, a grama é cortada regularmente. É bom ficar de olho: gramado bem cuidado é uma boa forma de prevenção.


Males no caminho
Algumas doenças que podem ser transmitidas por parasitas e pelas fezes de animais:


Erliquiose
O que é: causada pela bactéria Ehrlichia canis, que destrói as células sanguíneas (hemácias, plaquetas e leucócitos)
Como se pega: pela picada do Rhipicephalus sanguineus (carrapato do cão).
Sinais clínicos: perda de peso, cansaço, anemia, manchas hemorrágicas na pele, febre alta. Em casos crônicos, pode haver insuficiência renal e lesão na medula óssea
Como evitar: medicamentos para controle de pulgas e carrapatos


Babesiose
O que é: causada pelo hemoparasita Babesia canis, que destrói glóbulos vermelhos, levando à anemia grave
Como se pega: pela picada do Rhipicephalus sanguineus (carrapato do cão).
Sinais clínicos: febre alta, tristeza, perda de peso
Como evitar: usar medicamentos para controle de carrapato


Giárdia
O que é: protozoário que se aloja no intestino delgado
Como se pega: pelo contato com fezes, animais, água e ambientes contaminados
Sinais clínicos: diarreia, desconforto intestinal, perda de peso e vômito
Como evitar: com vacinação anual


Fonte: Dr. Rodrigo Santos, veterinário-clínico de pequenos animais



Fonte: www.folhaonline.com.br

Termos de UsoQuem SomosPolítica de PrivacidadeFale Conosco
   PlugPet - Todos os direitos reservados        Grupo Casa do Filhote