E-mail Senha
Esqueci minha senha

Saiba antes de adotar um Pet

Escolher o Pet da família exige pesquisa


filhote labrador pretoA palavra "escolha" é definida no dicionário como "eleição", "seleção", "preferência", o mesmo ainda faz uma referência a "bom gosto" na explicação do termo. Escolher o Pet da família exige uma cuidadosa pesquisa, a união deverá durar por toda a vida do animal, na saúde ou na doença, na riqueza ou na pobreza.


Existem diversas formas de ajudar


Se seu objetivo é meramente ajudar, saiba que existem diversas formas fazê-lo. Você pode se tornar um voluntário, ajudar financeiramente, fazer uma ação de conscientização digital, divulgar entidades que atuam efetivamente em prol do bem estar dos animais, apadrinhar um Pet, em fim, adotar não deve ser um ato que visa apenas ajudar.


Conheça seu perfil


Diferentes perfis de donos são mais adequados para certas espécies, raças e portes de animais. Um bom começo é traçar seu próprio perfil como candidato a dono de mascote. Seja criterioso na auto-avaliação, tenha plena noção das responsabilidades envolvidas no ato de adotar um ser vivo, avalie com calma o perfil da sua família e do pet desejado, avalie sua disponibilidade de tempo, espaço físico e a questão financeira envolvida.


Escolha corretamente


Comece definindo a espécie, cão, gato, pássaro etc... Cada uma implica num tempo de vida, necessidades de atenção, alimentação e despesas diferentes.
A segunda etapa é definir o porte, para isso leve em consideração o espaço físico que você dispõe. Lembre-se que as necessidades de alimentação e espaço estão diretamente relacionadas com o tamanho do animal.
Na terceira etapa escolha a raça mais adequada, as principais características físicas e de personalidade pedem ser estimadas pela raça do animal, algumas são mais independentes sendo ideais para donos que passam boa parte do dia fora de casa, outras requerem muito carinho e atenção sendo mais adequadas para pessoas que tem maior disponibilidade de tempo para seu Pet.


Os SRD´s


cão pePor definição  SRD (sem raça definida) são todos os cães e gatos que não têm origem definidas em um pedigree. Na prática SRD´s são fruto do cruzamento de diferentes raças, a mistura pode parecer uma desvantagem, entretanto, para os amantes dos SRD´s está é graça. Algumas características dos famosos vira-latas são exaltadas pelo senso comum, como o fato de que costumam ser muito inteligentes, afetuosos e resistentes a doenças, variando de acordo com as características herdadas. Normalmente o SRD resgatado das ruas tem um temperamento muito dócil e companheiro, além de um alto grau de adaptabilidade.


Compromisso duradouro


O tempo médio de vida de um cachorro, por exemplo, é de 12 anos, podendo chegar a 18. Durante este período ele dependerá de você para alimentá-lo diariamente, passear , levá-lo ao veterinário, dar o abrigo e o afeto necessários para uma vida saudável e feliz, faça o exercício: você se imagina ao lado de seu animal de companhia nos próximos 15 anos?


Atenção


Caso seu pet tenha morrido recentemente de doença contagiosa, espere antes de adquirir outro, pois você poderá expor seu novo amigo a contaminação, pois algumas doenças ficam no ambiente onde o animal vivia por muitos meses.  Se você teve algum animal morto ou doente por moléstia contagiosa, converse com seu veterinário antes de adquirir outro mascote, principalmente se este for um filhote ou ainda não foi vacinado.
O uso freqüente e continuado de água sanitária é um bom método para desinfecção do local.
Boa sorte!

Termos de UsoQuem SomosPolítica de PrivacidadeFale Conosco
   PlugPet - Todos os direitos reservados        Grupo Casa do Filhote